Nenhum dos russos que se instalaram na zona de Chernobyl sobreviveu

Publicado por: MikeN
29/02/2024 07:37 PM
Exibições: 115
Cortesia Editorial Pixabay/iStock
Cortesia Editorial Pixabay/iStock

Incursão na área radioativa de Chernobyl, revela despreparo, com desfecho fatal para os  russos durante a invasão.

 

Os militares russos, inicialmente entrincheirados na Floresta Vermelha, na zona de Chernobyl, não conseguiram sobreviver. A revelação veio de Oleksandr Menzul, prefeito de Varash, uma cidade satélite da central nuclear de Rivne, durante uma entrevista.

 

Menzul destacou a importância da Ucrânia como Estado nuclear, ressaltando que, embora não possua armas nucleares, detém cientistas, capacidades e materiais nucleares. Ele enfatizou que a Ucrânia é signatária de um memorando com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) para controlar o movimento de materiais nucleares, que têm potencial para serem utilizados em armas nucleares.

 

O prefeito mencionou o exemplo da central nuclear de Zaporizhzhya, onde a Ucrânia não tem controle sobre a movimentação de materiais radioativos. Ele criticou os "russos analfabetos" que cavaram na zona de Chernobyl, especificamente na radioativa Floresta Vermelha.

 

Menzul, que possui formação como engenheiro físico e experiência em segurança nuclear, ressaltou a periculosidade do local, onde é possível permanecer apenas por alguns minutos. Além disso, informou que canais oficiais indicaram que nenhum dos soldados russos que estavam na área conseguiu sobreviver.

 

Vale destacar que os ocupantes da coluna na zona de Chernobyl, segundo funcionários locais, não utilizaram nenhum meio anti-radiação, o que foi considerado "suicida" devido à possibilidade de inalação de poeira radioativa, causando irradiação interna no corpo. Os trabalhadores responsáveis pela segurança do combustível nuclear irradiado e pela supervisão dos restos do reator testemunharam a presença de tanques russos e outros veículos blindados movendo-se pela Floresta Vermelha, a parte mais contaminada da zona ao redor de Chernobyl, durante a invasão de 24 de fevereiro.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags: